sexta-feira, outubro 24, 2008

Day -7

Muito tempo sem noticias, nao eh?
Mas voltei pra atualizar a agonia.

A segunda etapa da quimio acabou ha 3 semanas atras, ufa. No final foi muita nausea, infeccao, vai e volta pro hospital, transfusao de sangue e de plaqueta, problema no pulmao e dor de cabeca que nao passava.
Todos os problemas foram resolvidos, a infeccao tratada com antibiotico, o pulmao ficou bom sozinho e dor de cabeca foi tratada com uma super hiper dose de cafeina direto na veia. Os medicos nao sabem explicar porque a cafeina ajuda, mas ajudou.

Depois do botao verde para o transplante, 5 dias de folga. Fomos pra Devon, todos. Os pais, a irma, o marido e o bebe. uma casa linda, um friozinho maravilhoso, praia e vinho.
voltamos na quarta-feira e ontem a noite fomos pro nosso ultimo meal por um bom tempo. A escolha do restaurante foi perfeita, a entrada e o main course melhor ainda e o vinho??? Nem se fala. Depois do jantar, hora de se encontrar com os amigos e beber. Desde o dia que foi diagnosticado, essa foi a primeira noite que o braquelo ficou bebinho. Eita coisa boa de ver ele normal por algumas horas.
e hoje de manha? Depois de tres meses ele acordou com uma dor de cabeca que nao foi causada pela quimio e se sentiu normal.

Hoje ele voltou pro hospital. Hora de se internar pra enfrentar a ultima batalha. O transplante sera na proxima sexta, dia 31. Essa semana vai ser de mais quimio e radio terapia. Medo, medo, medo. Eh so assim que da pra definir.
Henry vai receber o full body transplant, que aumenta os riscos de infeccao e mortalidade, mas que eh a melhor opcao pra ele se curar e pra leucemia nao voltar em cinco anos. Esse tipo de transplante nao eh feito com muita frequencia, mas por causa do tipo da doenca e da idade e do corpo dele... eh esse transplante que ele vai receber.
A radio terapia vai ser super dificil e a nova quimio ja comecou pra deixar branquelo mais fraquinho. Mas tudo isso eh por uma causa.

No plano do transplante, o dia de hoje eh chamado de day -7. O dia do transplante vai ser o day 0, quando tudo novo comeca a crescer dentro dele.
A pior parte aida nao chegou e eh ela que tem que se tomar cuidado. Infeccao tem que ficar a milhoes de metros de distancia dele. Provavelmente uma semana depois do transplante, ele vai ser isolado em um quarto por mais de 4 semanas, o sistema imunologico dele vai ser zero, taxa zero, tudo zero. Eh tomar cuidado e enfrentar a pior etapa.

e quanto as chances, as doencas que podem vir e o quanto ele vai sofrer... prefiro nao falar sobre isso.

Mas com certeza uma vida nova ta comecando pra ele e pra mim tb.

E Eu? To bem. Aguentando, segurando e amando muito. Nunca pensei que passar tantas horas so olhando ele dormir me deixasse tao aliviada. Saber que ele ta bem, descancando e se curando. O amor eh tao grande, que as vezes ate sufoca. Dormir sem ele eh a pior parte e ficar longe dele por um segundo eh sofrer muito. Ter ele em vista... eh isso que conforta.














5 Comments:

Blogger Lua Barros said...

Me manda teu email, please.
Beijo enorme.

12:23 AM  
Blogger Ana Brandão said...

Olha só, depois que td isso passar, e o cabelo dele voltar a crescer, vai ser como cabelo de bebe, pq zera td dentro dele...lembra disso que eu to falando, pq eu tenho CERTEZA que vc vai rir qdo passar a mão pelos cabelos dele e ver que td de ruim e dificil ficou pra tras, pra nunca mais voltar.

Estamos aqui em oracao por vcs ai.
Mande noticias qdo der, mande seu numero por depoimento, por favor.

saudade grande
bjo

12:26 AM  
Blogger d meira said...

maguinha,

estou mandando tudo quanto é de energia boa que to encontrando ao meu redor. uma torcida enorme pra passar logo essa agonia e esse tempo pra tu poder ir pro lado dele urgente!

conta comigo.
d.

12:43 PM  
Blogger d meira said...

maginha!
nina me lembrou que hoje é teu aniversário [óbvio que eu esqueço todas as datas].

PARABÉNS! e mais do que nunca, FORÇA. de muita! :)

beijão, mulher, d.

1:50 PM  
Anonymous Gabi K. said...

Mulher, parabéns atrasado.

Muito amor, né? Isso é uma (re)descoberta incrível. A força de lutar que surge não se sabe se onde mas se sabe porquê.

Não preciso nem falar o quanto torço por vocês. Um beijo e continua atualizando a gente.

p.s.: se cuida também, viu?

Gabi K.

4:31 AM  

Postar um comentário

<< Home