quarta-feira, outubro 01, 2008

Assumo

Ultima quimio, muito cansado, muito enjoo, pouca fome, moleza, sono, ibernacao, muita dor na cabeca,muitos furos, muitos exames, muitas drogas, muita saudade daquele branquelo que me conquistou e que eu nao vejo a hora dele voltar.

Cancer picked the wrong guy, i love when he says that.



Roubei, bem roubado e roubei.
E pra refletir:

Eu assumo a realidade como se assume a doenca de alguem que se ama.
Desmontem os juízos moralistas, as tentações segregacionistas e os gestos éticos condenáveis: o que é a realidade?
O amor à realidade , que exige a assunção de sua complexidade irredutível, é uma trama complexa
Que é injusto o juízo sobre a realidade e os sujeitos que delas participam Realidade é uma imperfeição incurável que me obriga primordialmente a amá-la
Revertam o juízo!
Ninguem se isenta da ambiguidade
Aproxime-se para percebe-lo
Um brinde a bondade dos desconhecidos
Por que me faz humana quando eu seria muito mais bonita como pedra,burro ou partitura?
A inversao nao eh ironia do acaso.
A perversidade originária confunde-se com o amor
Quase todos dissimulados e opacos assustam-se com a transparência de uma alma com asas
Nada eh simples
Se é para pecar que sejam cometidas as indignidades sem preço
Ninguém tendo lhe dito que era impossível ele, cego,poliglota,doutor em história,filósofo e o escambau,foi lá e fez. E tu,fazes o que?

2 Comments:

Anonymous malaquias said...

eu?!
eu tento entender esse texto aí!
hehehe.
cheiro, maguinha! e alegria.

1:26 PM  
Blogger d meira said...

wrong guy! adorei.
quero ver vocês bem e felizes.
ah, e conhecer ele né? que não deu tempo quando ele tava aqui.

beijão, d.

7:48 PM  

Postar um comentário

<< Home