quarta-feira, setembro 20, 2006

Control C e V

Ja que a pessoa nao tem tempo de escrever sobre si mesma, ela copia o texto dos outros. :P

"E a coleçao de estórias continua aumentando...
A impressao que dá, é que o fato das coisas serem provisórias, sabe-se lá até quando mas até quando decidirmos que seja, torna qualquer problema uma grande diversao. Jogar o mau humor de ter domido apenas 2 horas e acordar para trabalhar sabendo que depois você terá que encarar algumas horas de escola seguidas pelas tarefas, agora corriqueiras, de dona de casa, dentro de uma grande gargalha é algo simples.
Tentem imaginar como seria minha feiçao se eu acordasse as 3:30 da manha, pegasse dois ônibus, me perdesse no meio do caminho e 2 horas depois de ter me levantado da cama macia, percebesse que deu tudo errado e que a única coisa a fazer é correr de volta pra casa pra tentar dormir as duas últimas horas restantes antes de pegar novamente o metro com destino a Oxford Circus e assitir mais três horas de aula. Conseguiram vizualizar meu mal humor? Pois entao esqueçam.
Ao invés de rugas na testa, covinhas surgiram nas minhas bochechas e eu e Marcela, caminhando de madrugada pelas ruas de Londres, só conseguiamos dizer entre uma gargalhada e outra: "puts, mais uma estória pra nossa coleçao".
Entre tropeços do sono, que ainda insitia emnos incomodar, e o som das nossas risadas, nos voltamos para casa com a sensaçao de missao totalmente cumprida, apesar do incidente. O que se percebe, é que nada por aqui consegue, para nós, ser "boring", como costumam dizer os ingleses para as coisas que os deixam aborrecidos. Dessa vez faltou a máquina, mas na memória com certeza será mais uma pra ser lembrada: FOREVER!"

Ana Brandão

2 Comments:

Blogger Adriana said...

Muito bom isso tudo!!! Beijo e tô muito feliz por saber que tu tais bem de verdade!!!

5:09 AM  
Anonymous Maguinha said...

Dida.
Amiga linda que morro de saudades.
Adorei a definicao "bem de verdade". :P
Beijos.

8:01 PM  

Postar um comentário

<< Home