sexta-feira, fevereiro 16, 2007

Um parenteses no carnaval.

Ao contrario de todos voces eu estarei trabalhando durante esse carnaval. Pois eh. Nao estaria em Olinda... mas estarei em londres. Trabalho em um dos bairros mais charmosos dessa cidade maravilhosa, Convent Garden. Saindo do metro e dando gracas a Deus por que aqui ta friozinho, que to longe do calor da minha cidade. No fim da noite, a felicidade de nao precisar recorrer ao carro. Pego um onibus, passo pela tottenham court roud, oxford circus, picadilly, trafalgar square e vou pra casa feliz da vida com 60 pounds no bolso. Tenho que arrumar algum consolo pra essa minha tristexa, neh! Carnaval longe da minha cidade nao eh nada facil
Nosso carnaval vai ser no proximo fim de semana, quando o aniversario de Bruna chega e com ele nossa prima Ju. Primeira vamos fazer um esquenta acompanhado de cosmopolitan. Depois Koko. A balada mais irada de Londres e claro que so poderia ser em Camden Town.

Passagem marcadissima para o dia 10 de maio. Esse parenteses que to vivendo esta chegando ao fim. Mas nada esta perdido. A vontade de adiar essa passagem esta sendo grande!!! Nao quero voltar. Nao agora. Tem tanta coisa ainda pra ver, tantos paises pra visitar. Esse parenteses aqui nao volta nunca mais e por isso queria viver dentro dele por um longo periodo! Mas um dia ele vai se fechar e eu vou ter que voltar pra minha vida de verdade! Ai ai. Ja dei o primeiro aviso de adiamento de passagem pra minha Mae. Ela quase morreu do coracao... mas eh isso ai. Nao eh hora.
Pra quem iria passar no minimo dois meses e no maximo seis eu to bem heim! Oito meses, pois eh! OITO MESES!

Em homenagem ao nosso carnaval publico a musica de frevo mais linda que ouvi na minha vida. Impossivel alguem nao se identificar com ela. Se divirtam por mim.

Garbosa
Parafusa


Do largo do Amparo à Rua do Bonfim
O apito do maestro evoca
O lá da clarineta, a corte já chegou
Garbosa como quem se mostra

Janelas escancaram rostos sorridentes
Saúdam o tempo da alegria
Nas pedras desse chão aguardo a multidão
E Olinda explode em euforia

O Zé Pereira abre as portas
Eis que surge o ilustre Homem da Meia-noite
E entra acompanhado da Mulher-do-dia
E do seu sector gigante

O Piaba de Ouro, Nação Pernambuco
Entram também na folia
Calunga autorizou e o baque começou
Em transe o povo atrás seguia

Banho de espuma, de cerveja
De confete, de alegria
O corpo a corpo, sedução
Um beijo comportado, ou não
Se ladeira falasse
As de Olinda cantariam assim

Lá laiá laiá
(ê!)
Lá laiá láia
(ê!)
Lá laiá laiá Laiá laiá
(2x)

Ursos, caboclinhos, papangus
Pierrots e até super-heróis
Unem-se que em festa de Rei Momo isso é normal
Que beleza é minha Olinda
É vida, é graça, é carnaval!

Lá laiá laiá
(ê!)
Lá laiá láia
(ê!)
Lá laiá laiá Laiá laiá
(2x)

1 Comments:

Anonymous d meira said...

eis que já é quarta-feira de cinzas.

vim aqui dizer que eu sonhei que tu chegava! mas enfim, fica aí e termina o que tem pra fazer. vamo tomar uma cana na volta!

beijos, d.

12:51 PM  

Postar um comentário

<< Home