sábado, abril 04, 2009

A chegada.

Ja que meu noivo nao pode me pegar no aeroporto, a minha sogra foi ao meu encontro. Como foi bom receber um abraço gostoso, de matar um poquinho de saudade de Henry com o abraço da mãe dele. Por aqui ta todo mundo doente. Minha cunhada e o filhinho dela, que iriam me buscar no aeroporto, ficaram doente e bem doente. No caminho pra minha nova casa Rowan me atualizou de tudo que aconteceu e esta acontencendo com Henry. O pior ja passou, mas ele ainda ta bem doente e fraquinho. Hora de chegar em casa, jogar as coisas no primeiro buraco que encontrar e ir ao encontro dele. Tres semanas no hospital, com uma internaçao de alguns dias na UTI, sabia que nao iria encontrar ele com toda energia, mas tb nao esperava tanta surpresa.
Peguei o metro, entrei na northen line, depois de 6 paradas cheguei ao meu destino. Fiz aquele caminho que ja sabia de cor e salteado. Peguei o elevador, oitavo andar. Quando sai pela porta, encontrei ele la juntando toda a força do mundo pra ficar de pé, ja que ele se encontrava sentado na escada. Com uma rosa na mão ele me disse o quanto que ele me amava e o quanto estava sentindo minha falta. Afe Maria. Que coisa linda. Depois, segurei no braço dele e voltamos para o lugar que ele nao deveria ter saido, a cama dele.
Segundo ele, os planos eram outros, mas a saude lhe surpreendeu. Os planos eram segurar uma placa, igual as pessoas fazem quando estao esperando alguem no desembarque, dizendo: Quer casar comigo. Em seguida, como um tipico ingles, se ajoelhar com o anel em maos e me pedir em casamento. Infelizmente ele nao conseguiu colocar o plano dele em prática, mas ver o esforço que ele fez pra me esperar na porta do elevador com uma rosa linda na mão já valeu por tudo e muito mais.
Minha rotina ainda é hospital, hospital e hospital. Mas ja ja ele vai sair de la e a gente vai curtir o clima gostoso que ja esta fazendo por aqui.

7 Comments:

Anonymous Clara Franco said...

Oi, descubri seu blog faz um tempinho, e tenho acompanhado todo o seu sonho e suas expectivas para ficar perto de Henry..Admiro voce muito que força garota! Boa sorte penso que tudo vai dá certo e se não dá certo você concerteza vai fazer com que dê, pois afinal força e garra e amor voce tem o suficiente.
Muito embreve eu também vou está passando pela expectitiva do bendito visto de noiva já que meu namorado e futuro marido mora em Londres também, eu espero ter um 1/3 da garra e força que voce tem!
Grande beijo...
Clara Franco - Teresina -Piauí.

6:13 PM  
Anonymous Anônimo said...

Marcela...
Manda um beijo grande para ele e força, bastante!!!
Beijão

Dida

11:50 PM  
Blogger Mago said...

Ainda levo esse gringo pra tchitchia.
Maguita, a saudade do lado de cá já é enorme.
Te espero em dezembro.
Na torcida, sempre.
Amo-te!
Beijão.

3:02 AM  
Blogger Marcela Pontual said...

Clara. So voce ler esse recado, me manda um email. Vamos mater contato.
marcelapontual@gmail.com

12:22 AM  
Blogger GK. said...

Na torcida. Sempre.

3:25 AM  
Anonymous Rafaela said...

Que gringo mais fofo, não era esse o Henry que eu conhecia, não mesmo. hehe

8:56 PM  
Blogger Karla said...

Marcelinha,

Aqui sou eu , tia Karla. Li os seus relatos e me emocionei muito com esse amor tão lindo e verdadeiro, vc é uma mulher muito especial e merece realizar todos os seus sonhos ao lado de Henry. Deus vai recompesa-los de todos esses momentos. Diga a ele que estou esperando para comprar um chapéu de couro de "cabra macho" para presenteá-lo e levá-lo para tomar umas pingas com caldinho de feijão. Beijos grande para você com muita força e fé da tia Karla

4:14 PM  

Postar um comentário

<< Home