quarta-feira, novembro 08, 2006

É fácil perceber

"Uma menina lá da rua
Todo dia acorda nua
E sai sem dar explicações
E quase sempre surge

Um alguem que anuncia
É Terezinha, filha de Maria
Que passa pelo portão
Só não sabe nada não

Dança de olhos fechados
Até meu nome fala errado
Até meu nome fala errado
Até meu nome canta errado

(É engraçado...)

Seu jeito de andar sem jeito
Empina e estufa o peito
Passos de perna de pau
Escondem sua beleza

Passa de manhã, sem documento,soolitária ao léu
Espera um príncipe encantado
Que lhe alivie os ombros
Tão doridos da rotina,chacotas,
Ninguém pra conversar...

É fácil perceber
A falta do sorriso, da piada
Verdade na mentira mau contada
Acorde quando está fora do tom

É simples resolver
É como se ninguém tivesse olhando
Vai lá na sala e senta no piano
Que eu canto a melodia prá você"

Como ja falei antes. Podem passar dias, meses, anos, casamento, filhotes, paixonites e amores eternos. Mas ela sempre vai ser minha.
Por que eu sou é amostrada!

2 Comments:

Anonymous Sua Mae said...

Amostradinha, empinadinha...
Como eu sempre te digo, o mundo mexe e remexe, mas o nosso passado, ninguém pode nos tirar!


Te amo

12:16 PM  
Blogger Bru said...

Mas eu amo essa amostrada...
e fico feliz só de pensar que já já a gente tá se vendo outra vez!!!
Saudade Maga!!!

11:26 PM  

Postar um comentário

<< Home